terça-feira, 1 de agosto de 2017

Os “Hitlers” do século 21.

Quem já estudou alguma coisa sobre a história de Hitler, deve saber bem como nasceu sua geração de destruição. E deve saber também o que ele estava disposto a fazer para chegar ao seu objetivo, no entanto, havia uma parte do mundo sem nenhum interesse em fazer parte daquele jogo que ceifaria milhões de vidas em busca de um ideal egoísta.


A história é bem simples, começa com um idealista que sem grandes influencias e com apenas o dom da oratória, inicia uma espionagem em um partido que era dos trabalhadores da Alemanha, após um bom trabalho de enganações, consegue chegar a chefia do partido mudando sua legenda e o transformando na principal raiz do que se transformaria em seguida no partido nazista.

O principal objetivo do nazismo era implantar uma raça chamada de ariana, para isso era necessário a extinção total de algumas classes como os judeus, negros e estrangeiros, especialmente vindos dos estados unidos e Israel onde havia maior quantidade de Judeus.

Detalhes a parte, quero chamara atenção para o que tem acontecido no mundo e sua ligação com a ideologia egoísta do comunismo e socialismo. Não muito diferente do partido nazista, tanto o socialismo como o comunismo, nasceram da ideia de união dos povos, uma boa capa encobrindo o verdadeiro objetivo dessas ideologias que em suma, não buscam nada além de concentração de poder aos seus gurus.

No Brasil o maior representante dessa ideologia é o ex-presidente Lula, que conseguiu levantar uma nação de zumbis encantados com suas maléficas artimanhas sócio comunistas, onde a principal arma é dar migalhas ao povo mais carente e ignorante, e através disso, torna-los uma legião de defensores de suas ideologias.

Alguns discursos desses lideres são bem parecidos e podemos identificar suas intenções a distancia. Em primeiro lugar, esses lideres sempre iniciam seus movimentos discursando encima das principais necessidades da nação em questão, na época de Hitler, ele enfatizava bastante sobre a retomada do orgulho Alemão que havia sido perdido com humilhantes derrotas nas batalhas da primeira guerra mundial.

Um povo com ego ferido pode ser facilmente enganado por um bom orador mau intencionado. Na Coreia do Norte o principal discurso do ditador Kim Jong-un para fazer o povo o idolatra-lo, foi sobre a liberdade e seus costumes tradicionais que estavam sendo ameaçado com o avanço tecnológico, Kim conseguiu erguer o ego do seu povo e em contra partida ganhou do próprio povo, uma autorização para fazer o que bem entender em nome do seu país, o resto dessa história já conhecemos e, sabemos bem onde ela vai terminar.

Cuba dispensa comentários, um país lindo e rico, destruído pela ideologia comunista, estagnado no tempo e com seus cidadãos morrendo nas mãos de ditadores que se perpetuaram no poder ao longo de décadas.

Venezuela é o mais novo caso de ápice dessa loucura ideológica, um país em guerra civil, ditadores oprimindo o povo que clama e morre pela sua liberdade.

No Brasil, a loucura começou a cair, o povo brasileiro foi um pouco mais esperto e não permitiu que chagássemos ao fim do poço para lutar. Impeachment, movimento de rua, justiça se mobilizando e uma série de outros fatores tem impedido o prosseguimento dessa ideologia destruidora para nossa sociedade.

E como os anteriores, esse plano também começou com discursos bem intencionados que escondiam atos de corrupção e muita sujeira envolvendo várias camadas da sociedade. Justiça, parlamento, governos executivos, entidades de direitos humanos, grupos de minorias que foram os que mais receberam investidas sobre igualdade e o maior trunfo da ideologia petista, os miseráveis do país que estavam querendo ouvir um discurso bonito de alivio para sua dor.

Depois de anos envolvidos em esquemas e planos para implantar o "bolivarianismo" e o sócio comunismo no Brasil, enfim, o povo acordou e deu inicio ao levante que culminou com a queda do sistema corrupto levantado pelo PT e seus aliados.

O resultado desses planos é uma guerra de classes e ideologias implantadas durante anos nas universidades públicas do país. As instituições de ensino superior foram os principais pontos de investimento da ideologia petista, era na base da formação que eles tentaram enraizar as suas ideologias comunistas.

Nas escolas de ensino infantil não conseguiram graças a bancada de direita e evangélica, que brigou até que os kits gays e a ideologia de gênero fossem desmascarados e perdessem forças para serem implantadas forçadamente na grade de ensino dos nossos filhos, a luta ainda não acabou, mas, estamos vencendo e seremos um país livre dessa quadrilha que tentou por anos, enfiar goela abaixo, suas ideologias.

Em 2018 teremos a oportunidade de varrer de vez esse mau, de limpar o Brasil dessa corrupção, se não, teremos no mínimo, a oportunidade de dar o mais importante passo para paralisar o golpe do comunismo que foi iniciado em 2002, com a eleição do condenado Lula.

Não podemos permitir que a historia se repita por aqui, comunismo e socialismo apenas encobrem o mau da ideologia egoísta de um grupo de pessoas que pregam igualdade mas, que na realidade, querem ter cada vez mais riquezas e poder.

Os "Hitlers" deste século que não cometem genocídios, mas, buscam o mesmo método de poder e dominação popular, não podem ser liberados para repetirem a história de países como Careia do Norte, Cuba, Venezuela e outros que conseguiram fechar suas portas e se isolarem do mundo com sua ambição por mais poder e domínio. No Brasil não!

0 comentários:

Postar um comentário

Sua avaliação é muito importante, obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.